Óbidos – Portugal

Fomos visitar um casal de amigos que mora em Óbidos – Pico e Catarina – e aproveitamos para conhecer a Vila Medieval – e no fim das contas acabamos nos mudando pra cá. Ao chegar, você se sente em um filme antigo ao ver a muralha ao redor da cidade tão bem preservada.

Logo na entrada, do lado esquerdo é possível subir e andar ao redor pela muralha – mas cuidado porque o espaço é sem nenhuma proteção e estreito em algumas partes.

Portal de entrada

O que mais me chamou a atenção foi que há diversas casas nessa vila, ou seja, as pessoas moram no castelo mesmo. Além disso, tem lojinhas, hotéis e restaurantes. Lá também fica a Câmara Municipal, Segurança Social e outros órgãos públicos. Fiquei imaginando todo dia ir trabalhar num lugar como esse, que lindo!

Nós comemos no café The World Needs Nata – uma rede portuguesa e caminhamos pelas ruas e vielas admirados. Lógico que o Vini fez uma pausa para experimentar a tradicional Ginjinha no copo de chocolate por 1 euro – um licor de cereja bem gostosinho e típico de Óbidos. Tome o shot e coma o copo!

Ginjinha

O roteiro que fizemos não foi andar só pela Rua Direita (a principal) mas sim sem rumo e conhecer todas as seis igrejas, com uma pausa para uma foto na Torre Albarrã (conhecida como Torre do Relógio e que foi cadeia, Paço do Concelho e tesouro), ir no balanço (aqui eles falam baloiço) finalizando no Castelo – a parte mais bonita e que algumas pessoas acabam não indo porque fica na ponta extrema da entrada principal. Para explicar melhor como chegar no castelo, basta ir até a Igreja de São Tiago e entrar pelo portal do lado direito de quem está de frente para a igreja e seguir em frente. Lá você tem essa vista:

Castelo de Óbidos

Também é da Igreja de São Tiago que vai para o balanço, basta seguir a placa do lado direito (Baloiço) mas sem entrar no portal e sim virar na rua. E uma curiosidade sobre essa igreja é que agora ela é uma biblioteca.

As outras igrejas são: Igreja de Santa Maria, São Pedro, São Martinho, Misericórdia e São João Batista (essa do lado de fora das muralhas). Ainda se falando de igreja do lado de fora, tem o Santuário do Senhor da Pedra que também vale a visita pelo seu formato redondo.

Santuário do Senhor da Pedra

Anualmente acontece o Festival Internacional de Chocolate com diversas atrações e lógico, muita coisa de chocolate, incluindo decorações e estátuas – além de outros festivais para atrair o público durante o ano todo. Outro lugar que rende boas fotografias é o Aqueduto de Usseira que vai até o castelo e é lá também que fica o estacionamento – incluindo os de motorhome/campervan.

Aqueduto de Usseira

Depois de passar o dia batendo perna e explorando a vila medieval, é possível também esticar 20 minutinhos até a Lagoa de Óbidos para ver o por do sol ou quem sabe alugar um barco a vela. Em volta da lagoa tem diversos restaurantes e barzinhos que ficam lotados principalmente aos finais de semana e é possível também conhecer a Praia de Foz do Arelho. Definitivamente vale a pena passar o dia por aqui seja num bate-volta de Lisboa que fica cerca de 1 hora daqui ou em uma road trip por Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s