Holambra – SP – Brasil

Apaixonada por flores como eu sou, lógico que tinha Holambra na minha lista para conhecer e aproveitei uma terça feira tranquila – e muito quente – para conhecer essa cidade. De Jacareí levamos cerca de 2hs até lá – fica um pouco depois de Campinas – e foi uns R$40 de pedágio só ida (caríssimo) – a volta fizemos em 3hs e no caminho sem pedágio.

Um pouco antes de chegar em Holambra vimos um campo de girassóis gigantesco. Eles estavam lindos e aproveitamos para tirar umas fotos na entradinha. Caso vocês tenham interesse, existem agências de turismo que levam aos campos e também fazem ensaios fotográficos.

Abelhinha no girassol

A cidade toda lembra as casinhas holandesas, afinal foi fundada por eles e parece cenário de filme. Também por isso é bem famosa para ensaios fotográficos. Fomos direto almoçar no Casa Bela Restaurante – recomendo – e depois fomos dar uma volta e ver as lojinhas coloridinhas fofas que ficam ao lado do restaurante. A idéia inicial era andar mas o calor estava acima de 34 graus (e é inverno hein?!) e não teve como, fizemos tudo de carro mesmo.

Almoço no Casa Bela
Lojinhas coloridas

Paramos na Praça dos Pioneiros, bem bonitinha e nossa sobrinha Sarah aproveitou para brincar no parquinho que tem ali.

Praça dos Pioneiros
Tal tia, tal sobrinha – ou seria ao contrário?!

De lá fomos ver o Lago Vitória Régia e é na praça que leva o mesmo nome que fica os famosos “cadeados do amor” aonde os casais colocam cadeados com seus nomes.

Lago Vitória Régia
Cadeados do Amor

Continuamos mais 5 minutinhos e chegamos aonde acontece todo ano a Expoflora (cancelada esse ano infelizmente). No momento a Alameda Maurício de Nassau está decorada com guarda chuvas coloridos – o que rende fotos lindas! Lá também tem um orelhão com os famosos sapatinhos holandeses e um sapato grandão de madeira para quem quiser entrar.

Alameda Maurício de Nassau
“Sapatinho” típico holandês
Orelhão

Seguimos em frente até o Moinho Povos Unidos e aproveitamos para tirar foto no Portal também que é uma das entradas/saídas da cidade. Eu tinha visto também que saindo dali sentido Artur Nogueira por cerca de 15 minutos tem uma Capelinha antiga que hoje não está funcionando mais e tem cerca de 350 anos. Acabamos não indo porque o calor estava demais mesmo e fomos procurar água – e também li que a capelinha fica em propriedade privada. Entrei em contato com uma daquelas agências que comentei lá em cima que leva para os campos de flores e me disseram que pra ir lá, só com ensaio fotográfico agendado… Enfim…

Moinho Povos Unidos – e a gente ali na grama
Portal do Moinho

Sede, calor e bota calor nisso! Como refrescar? Sorvete lógico! Paramos na Sorveteria Vanilla Ice e tomamos Milkshake, açaí e sorvete – além de muita água. No fundo da sorveteria tem uma área bem legal para crianças.

Área para crianças

Última parada antes de voltar para casa foi na Praça dos Coqueiros aonde fica o letreiro da cidade e na frente tem o Parque Van Gogh em frente ao Lago Holandês – que infelizmente estava fechado. Do outro lado do lago fica o que eles chamam de Nossa Prainha para quem for em um dia menos quente e quiser conhecer mais da cidade. As ruas tem nome de flores e algumas praças também, um verdadeiro charme essa cidade. Ah, o fim de tarde na estrada estava lindo com um sol vermelho incrível para fechar o dia!

Praça dos Coqueiros
Portal de Holambra
Fim de tarde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s