Caraguatatuba – SP – Brasil

Como diz o ditado, “crie asas mas nunca perca suas raízes” portanto vim hoje aqui falar sobre Caraguatatuba – cidade que vivi até os meus 18 anos e mora no meu coração.


Caraguá como é conhecida, é a cidade de entrada do Litoral vindo pela Tamoios e a melhor de infraestrutura do Litoral sem dúvidas. A cidade conta com 17 praias sendo as mais conhecidas: Martim de Sá, Prainha, Capricórnio, Massaguaçú, Cocanha e Mococa.

Para quem vem de Ubatuba, a primeira praia é a Tabatinga, conhecida também pelo condomínio Costa Verde e por sua extensa faixa de areia – atraindo assim muitas famílias. Depois vem a Praia da Mococa – bem popular para ir com a família também e conta com quiosques e estacionamento.

Outra coisa legal é que de lá é possível ir a Ilha do Tamanduá de barco que é sem dúvidas a praia mais bonita de Caraguá. Eu fui com o Alex da Elohim Turismo e super recomendo. Para reservarem o passeio, entrem em contato com eles pelo Instagram ou direto no Whatsapp: (12) 981093344. Paguei R$50 por pessoa e ele tem várias saídas por dia tanto para ida quanto para a volta. Na Praia Sul tem quiosque e ducha mas você pode levar seu próprio cooler com bebidas e comidas – só não esqueça de depois levar seu lixo embora. Caso queira mais privacidade e um lugar menos cheio, recomendo as praias do norte que não tem estrutura por isso fica menos gente – ou ninguém as vezes.

Ilha do Tamanduá
Praia Sul – Ilha do Tamanduá
Praia Sul – Ilha do Tamanduá

Similar a Mococa é a praia vizinha Cocanha. Famosa por sua beleza, quiosques, mar tranquilo e pelo Ilhote da Cocanha que dá até para chegar de stand up ou caiaque que pode ser alugado na praia mesmo.

Continuando, chega-se no Massaguaçú que diferente das praias vizinhas é uma praia de tombo e o mar geralmente é um pouco mais bravo – e bem bonito. Dá para caminhar por toda a orla da praia e apreciar sua beleza ou sentar em um dos quiosques para uma água de côco também. Ah, por lá também tem tocas de coruja – por favor preservem isso 🙂

Massaguaçú

No canto direito, começa a Praia do Capricórnio que também é uma praia de tombo e rola ondas. É lá também que fica a Lagoa Azul – ideal para ir com as crianças ou para dar um mergulho depois de entrar no mar. Vale a pena sempre verificar a qualidade da água antes de entrar.

Praia do Capricórnio e Lagoa Azul

Seguindo, vem a Praia Brava que como o nome já diz, é uma praia com ondas não recomendadas para crianças e apreciada pelos surfistas. Para chegar nela, tem que fazer uma trilha de cerca de 20 minutos saindo da famosa Martim de Sá. Qualquer pessoa com um mínimo de condição física consegue fazer a trilha. Você vai até o fim da Martim e beira o riozinho, cruza a ponte e volta beirando o riozinho do lado oposto. Terá uma subida asfaltada e lá em cima tem um estacionamento (limitado) antes de começar a trilha. Não tem quiosques – ideal para quem procura contato com a natureza e relaxar. Ah, tome muito cuidado porque a praia é de tombo – não recomendada para quem não sabe nadar bem e é ótima para o surf.

Trilha para a Praia Brava
Mirante da Praia Brava
Praia Brava

E finalmente chega-se na mais famosa e badalada praia de Caraguá: a queridinha Martim de Sá. Ela conta com quiosques por toda sua orla com direito a muita música e comida boa para todos os públicos, uma avenida bem bonita e gostosa de caminhar (ou pedalar) e de quebra um lugar incrível para ver o nascer da lua. Sempre vivi por lá. Ah, lá tem a Feira do Artesão – similar a do Centro.

Martim de Sá
Feira do Artesão

A praia vizinha é a Prainha – muito popular para ir em família e com crianças por ter um mar bem calminho, ser menor e ter estrutura de quiosques. É lá também que fica a Pedra do Jacaré que se chega por uma trilhazinha de menos de 10 minutos pelo canto esquerdo da praia. É muito comum ver os locais pulando de lá – porém não é recomendado pois tem pedras e muitas vezes tartarugas – além de muitas vezes a maré estar baixa ou ter banco de areia. Vale a pena para curtir a vista apenas.

Voltando da trilha para a Pedra do Jacaré. Prainha a frente.
Vista da Pedra do Jacaré

Para chegar na Praia da Feira – ou Praia do Garcez basta para o carro no camaroeiro, passar pelo Mirante Por do Som – tem uma vista linda da cidade e da Ilhabela a frente – e caminhar por uma trilhazinha com degraus improvisados. No caminho você irá passar pela Pedra da Freira – uma pedra famosa por lembrar uma freira ajoelhada rezando.

Pedra da Freira

Próximas praias são a Praia do Camaroeiro e a do Centro que não são propícias para banho e fazem parte da linda orla da cidade. Super recomendo caminhar ou andar de bicicleta pela Avenida da Praia pois a cidade é super plana e perfeita para isso – principalmente ir até o Camaroeiro no fim de tarde ou aproveitar para comprar peixes e frutos do mar fresquinhos no Entreposto de Pesca Artesanal. Eu adoro ver os barquinhos atracados no Camaroeiro, rende boas fotos.

No Morro da Prainha tem o Mirante do Camaroeiro com um espaço incrível para que o pessoal possa ir ver o pôr do sol enquanto cantores/bandas locais se apresentam – ainda não está finalizado mas já está aberto para visitação. Vale a visita! É só parar o carro na Rua Sebastião Izidoro e subir por ali mesmo – no momento apenas a pé ou de bicicleta.

Mirante do Camaroeiro


É na Praia do Centro – ou melhor na Avenida da Praia que tudo acontece – shows, eventos, encontros. Se você for para Caraguá com crianças, não pode deixar de ir no Park Trombini, tradição na cidade há muitos anos e para os mais grandinhos tem a roda gigante que é bem legal também. Se bater a fome, recomendo o yakisoba ou o dogão maravilhoso do parque. É lá também é aonde fica a Praça de Eventos, quadra de basquete, Feira de Artesanato – ou Feirinha Hippie como chamamos e a pista de skate.

Praia do Centro com Pista de Skate, Quadra de Basquete e o Camaroeiro ao fundo
Parquinho
Praia do Centro, Parquinho e Avenida da Praia

Passando a ponte do Rio Santo Antônio, começa a Praia do Indaiá já com a Pista de Bicicross (eeee saudades – corri por 8 anos e passei muitas horas por ali). A praia é bem popular com crianças e famílias por ter bastante quiosque, ser uma praia de areia dura e mar calmo. As diversas árvores também garantem muita sombra. Na continuação vem a Praia do Aruan (ou Pan Brasil) que é basicamente a extensão da Praia do Indaiá mantendo as mesmas características assim como a vizinha Praia das Palmeiras.

A partir da Praia do Romance não há mais quiosques e acaba sendo utilizada mais para prática de esportes como corrida, volêi de praia e caminhadas por conta da extensa faixa de areia dura. Similar as duas últimas praias da cidade: Praia das Flecheiras e Praia do Porto Novo – essa última fazendo divisa com a Praia da Enseada já em São Sebastião. O bairro do Porto Novo conta com uma Praça de Eventos também aonde ocorrem shows, eventos e encontros assim como no Centro. E para quem procura acomodação por lá, super recomendo o Tia Dica Hostel (@tia.dicahostel).

Eu amo algumas praias da cidade mas o meu lugar favorito de Caraguá é sem dúvidas o Morro Santo Antônio pois dele tem uma vista sensacional da cidade e rende fotos incríveis a qualquer hora do dia. É de lá também que os mais aventureiros saltam de paraglider ou asa delta – já fiz e aprovei! Para agendar o salto, é só entrar em contato com o pessoal da Caraguá Fly pelo Whataspp (12) 981420422. O pessoal ultimamente tem subido a pé e eu resolvi ir também. Foram 45 minutos de subida – e bota subida nisso – mas a vista vale a pena né?!

O dia que eu subi a pé
Eu ali sobrevoando Caraguá
Orla de Caraguá

Outro lugar que eu adoro é a Praça Cândido Mota e a Igreja Matriz da cidade – um charme. Fica super cheia no carnaval e nas festas juninas/julinas. Ali também fica o Museu de Arte e Cultura.

Igreja Matriz
Museu

Para quem gosta de passear no shopping temos dois: Caraguá Praia Shopping na Avenida da Praia e o Serramar Shopping no bairro Pontal Santa Marina. Eu gosto do segundo pois tem um conceito bem interessante por ser todo térreo e bem charmoso – e é lá que fica o cinema.

Caraguá Praia Shopping

Outro lugar que eu gostei bastante e indico é o Parque Estadual Serra do Mar, uma das maiores porções de Mata Atlântica do país e também conhecido como Horto Florestal. Para visitar você precisa agendar um horário e quais trilhas quer fazer – algumas guiadas e outras auto guiadas. O valor é de R$16 por pessoa e eu fiz a Trilha do Jequitibá – super fácil para qualquer público incluindo crianças e idosos. O gostoso é ter contato com a natureza, se der sorte ver alguns bichos e poder nadar no Rio Santo Antônio. Eu amei!

A cidade também recebe diversos eventos durante o ano além dos shows na temporada de verão como comentei. Vocês podem acompanhar a agenda por aqui http://www.turismocaragua.com.br/agendas

Depois de praia e passeio dá fome né?! Então anotem aí os melhores lugares para comer em Caraguá!

Sorvete: Sorveteria Sérgio – recomendo o Tentação que é de morango com pedaços de brigadeiro;

Pastel: Nhack Pastéis – o de frango com catupiry é bom demais;

Salgados e doces: Lua de Mel – a melhor coxinha de todas;

Açaí: Nápoli sem dúvidas – tem no Posto BR e no Calçadão da cidade;

Pizza: Gergelim Pizzas – era a melhor do mundo, uma pena que fechou;
Resenha’s – pizza boa, cerveja gelada e ambiente descontraído! Ah eles tem burgers também – super recomendo;
Surf´s – produtos de qualidade, pizza bem gostosa e porções também;

Sushi/Yakisoba: Koichi Sushi – os hot rolls deles são incríveis
Nori Sushi – também é bem gostoso e fica no Centro;
Yakisoba do Park Trombini – não sei o nome mas é uma delícia.

Comida: Tapera Branca – eles tem buffet bem fresquinho e gostoso;
Alegro Sushi Pizza Bar – e servem carnes também, tudo muito bom;

Café: Prosa e Poesia – bolos, salgados, cervejas artesanais, drinks, cafés especiais, doces e muito mais – experimentem a Soda Italiana;

Massa: Zanfredo – super recomendo;

Frutos do Mar: Ostra e Ouriço – tradição de anos na cidade
Guaruçá – melhor camarão no abacaxi da vida;

Bar com comida: Garage Bar – porções servidas e muito boas
Água Doce Cachaçaria – os pastéizinhos e o escondidinho são os melhores;

Lanche: Tico´s Burger – excelente, o Garlic Burger com catupiry é o melhor;
Guará Burger – excelente também;
Big Dogão – aquele cachorro quente com bastante acompanhamento (fica no Park Trombini);
Chef Pão de Alho – pão de alho com vários recheios, pedi o de filé mignon e é bom demais.

Padaria: Padaria Esquina do Pão e Padaria Estrela – ambas servem comida boa e tem doces, pães, sucos bem gostosos.

Barzinhos: Villa Gourmet – o mais novo da cidade;
Gula Gula – boteco aberto até tarde, bom e barato;
O Quintal – ambiente rústico com música ao vivo;
Bar do Hélio – música ao vivo;
Bacharel – um dos mais legais;


E aí, ficou faltando alguma dica? Qual é o seu restaurante favorito? Aonde você mais curte ir em Caraguá?


3 comentários em “Caraguatatuba – SP – Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s