De Sydney a North Stradbroke Island – NSW e QLD – Austrália

Para quem me acompanha sabe que já explorei bastante a costa leste da Austrália e dessa vez aproveitei para conhecer mais praias e uma ilha nova.

DIA 1:

Saímos de Sydney bem cedinho e a primeira parada depois de cerca de 4hs de viagem foi em Port Macquarie aonde decidimos dormir. Estava ventando muito e ficamos procurando uma praia que desse para acampar. Achamos a Oxley Beach e foi lá que ficamos. Curtimos o fim de tarde, fizemos um hambúrguer na chapa que tinha na própria praia, esperamos escurecer e armamos nossas barracas.

Oxley Beach
Hora do jantar

DIA 2:

Levantamos assim que o sol nasceu – e que nascer do sol! – e fomos para a próxima cidade – Coffs Harbour aonde paramos para tomar café da manhã em um gramado com uma vista linda para a Serenity Bay.

Bom diaaa
Nascer do sol em Oxley Beach

Já alimentados descemos para a praia e foi bem legal ver diversos cangurus por ali, alguns na sombra, afinal estava bem quente. Aproveitei para dar um mergulho e uma volta em direção ao mirante.

Serenity Bay

Seguimos então nossa viagem para Byron Bay e pegamos bastante trânsito no caminho. Chegando lá, foi mais um sufoco para achar vaga mas tudo vale a pena pra curtir a vibe que essa cidade tem.

Byron Bay

Achamos uma sombrinha, montamos as coisas e fizemos hambúrguer de almoço para nós antes de seguirmos para a Main Beach para encontrarmos a Mel e sua família.

Hora do almoço

Passamos a tarde toda ali curtindo a praia, depois tomamos banho – gelado na ducha da praia – e demos uma volta pela cidade. Fomos jantar numa pizzaria chamada Legends Pizza ($24 pizza grande), ela fica mais afastada do centrinho e do lado do supermercado.

Main Beach
Existe amor em Byron

Compramos umas cervejas e vinhos e ficamos no gramado em frente a Main Beach trocando idéia e curtindo. Como falei ali, Byron tem uma vibe muito legal, vale muito a pena visitar.

Eu e o meu namorado já tínhamos vindo uma vez para cá e acampamos numa praia que agora não rola mais porque como a cidade tem uma onda meio hippie, eles começaram a ficar mais restritos. O problema não era nem acampar na praia, porque isso já estou mega acostumada, mas sim que em praticamente toda cidade tem placa de proibido estacionar da 1 as 6 da manhã! Acabamos dormindo na Clarkes Beach que fica ao lado da Main Beach, bem no centro mesmo, pois lá não tinha placa.

DIA 3:

Acordamos bem cedinho para não ter problema e tinha bastante gente dormindo na praia até, mas sem barraca, só em cangas rs. Desmontamos a nossa, pegamos a canga e dormimos mais um pouco.

Seguimos então viagem pra Gold Coast (cerca de 1 hora) e passamos o dia em Coolangatta. Estava absurdamente quente e o mar bem gostoso mas agitado que até tubarão resolveu dar as caras. O alarme tocou e todos tiveram que sair da água por um tempo. Coisas de Austrália!


Acabamos almoçando no George´s Paragon, um restaurante grego meio diferente, na frente da praia mas comemos comida italiana ($32 o casal). Descansamos um pouco numa sombrinha no gramado da frente da praia e fomos pra casa da Mel tomar banho. Pausa aqui pra essa pessoa incrível que fez com que a viagem fosse bem mais fácil. Ela nos convidou pra dormir na casa que ela alugou com o marido e o filho, ficamos super sem jeito mas aceitamos o convite, afinal seria bem mais confortável. Eternamente grata Mel!!! Muito obrigada mesmo.

A noite fomos jantar no Sushi Train de Broadbeach e mais um casal de amigos nos encontrou por lá – o Flávio e a Giuliana. Comemos um monte e ficamos ali na praia trocando idéia, bem gostoso.

Flávio, Giu, Fran, Mel, Enzzo, Du, Jay, Eu e Vini

DIA 4:

Aproveitamos para dormir até mais tarde pois não teríamos que desmontar barraca rs e fomos no mercado. Tomamos café numa quase padaria que tem por aqui chamada Bakers Delight ($8) e compramos as coisas para fazer um cachorro quente lá na ilha que iríamos, além lógico de umas cervejas.

A gente reservou online (Stradbroke Ferries $45 por pessoa – carro e 4 passageiros) a balsa para ir para North Stradbroke Island dois dias antes e por ser fim de ano não tinha muita opção de horário mas já de antemão recomendo ficar mais do que um dia, porque a ilha é muito bonita!

Como não sabíamos se ia ter trânsito saímos antes de Gold e paramos num lugar aleatório no caminho que tinha vista para as outras ilhazinhas dali. Era um mangue, um píer e uma paz que só. Pegamos a balsa a 1 da tarde.

A balsa levou cerca de 45 minutos para cruzar de Cleveland a Dunwich e chegando lá fomos fazer uma caminhada bem tranquila chamada Gorge Walk que vale mega a pena pois o caminho é lindo e rende excelentes fotos.

Gorge Walk
E esse deck?
Fotinho de drone

Terminamos a trilha bem numa sorveteria Italian Gelato e mesmo com uma fila grande esperamos para poder nos refrescar ($6.50 duas bolas). De lá seguimos para a Cylinder Beach aonde ficamos a tarde toda. Mar forte mas bem gostoso.

Cylinder Beach

Fizemos um cachorro quente ali na área de churrasqueira que tem na praia e seguimos para o Amity Point para ver o por do sol e tentar ver golfinhos mas acho que nos atrasamos pois eles não estavam lá. Nesse lugar tem uma área de camping gigantesca e eu super recomendaria ficar por lá quem tiver tempo para dormir uma noite. Ficamos ali um pouco e o mar é mega cristalino e vimos uma raia bem bebezinha, foi lindo.

Amity Point

Fomos então tentar achar coala que também é bem comum nessa ilha mas não demos sorte, ao invés achamos essa cobra imensa cruzando a rua. Medo!

Medo!

Infelizmente já era noite e hora de pegar a balsa de volta, mais 45 minutos e depois 1 hora de estrada até Gold.

Balsa

DIA 5:

Acordamos, fomos no mercado fazer as compras pro nosso jantar de ano novo – Strogonoff – e passamos o dia na Palm Beach. Tentamos ir em outra praia mas foi impossível achar estacionamento.

Palm Beach

Quando a fome bateu acabamos indo no Sushi Train de novo (quase não gosto rs) e ficamos o restinho da tarde na piscina da casa da Mel. Fizemos o jantar, começamos a beber e fomos todos nós – incluindo a Tamara e o Paulo que também estavam em Gold e dois amigos dos nossos amigos – para Broadbeach comemorar o ano novo.

Galera pronta pro ano novo

Eu achei bem gostoso passar nessa praia porque é do lado de Surfers Paradise mas não é muvuca, fica cheio mas tem espaço para todos. O legal é que bem diferente de Sydney, pode levar bebida pra praia, a galera fica até mais tarde por ali, outra vibe!

Eu gostei dos fogos da meia noite – aqui na Austrália muitos lugares tem fogos só as 9 da noite para as crianças então sempre pesquisem antes para garantir que terá os dois. Durou cerca de 10 minutos e deu para assistir os de Surfers Paradise também.

Feliz ano novo!

Pulamos as 7 ondinhas e ficamos por lá até umas 2 da manhã quando o frio bateu e fomos pra casa. FELIZ ANO NOVO galera!!! Que venha 2019!

DIA 6:

Hora de começar a viagem de volta pra casa. Arrumamos as coisas, nos despedimos da linda da Mel, Fran e Enzzo e seguimos viagem. Paramos um pouco na Cabarita Beach, tem área de churrasqueira e banheiros, bem legal.

Paramos em Ballina para almoçar e a cidade tava praticamente toda fechada – dia 1 de Janeiro é feriado. Comemos um hambúrguer no Chicken Mania ($23 o casal). Ali em Ballina também fica o Big Prawn – uma das Australia Big Things – várias coisas em tamanhos enormes espalhadas pelo país.

Big Prawn

Passamos no mercado para compras as coisas do jantar – macarrão com carne moída e fomos procurar uma praia para dormir. Achamos a Safety Beach em Coffs Harbour com um gramadão em frente a praia e foi lá que cozinhamos e ficamos jogando UNO até a hora de dormir.


DIA 7:

Acordamos cedinho com o sol nascendo do mar e não me canso de dizer o quanto acho isso sensacional e aprecio momentos assim. Quando fui tirar uma foto, os cangurus apareceram para nos dar bom dia, foi incrível.

Canguru nos dando bom dia
Safety Beach

E no caminho teve também o Big Axe na cidade de Kew (perto de Port Macquarie) aonde abastecemos. Seguimos então viagem até Port Stephens e pegamos uma prainha na One Mile Beach – que ventania!

Big Axe
One Mile Beach
Dunas

Almoçamos em Newcastle na Pizza Hut já que estava tudo fechado por lá e chegamos em casa no fim do dia. Amei a trip, foi bem tranquilo ir pra Gold em uma semana, só teria ficado mais na ilha.

Já fiz a costa algumas vezes, só procurarem na lupa para conhecerem também outros lugares e outras praias nessas cidades que fui dessa vez.

Vamos ao investimento dessa trip:

Total por pessoa para 7 dias: $326

Gasolina: $54
Acomodação: FREE – acampando na praia e casa da Mel
Mercado e bebidas: $98
Comida fora: $127
Passeio: $47

Valeu galera e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s