Kuala Lumpur – Malásia

Ir de Koh Samui para Kuala Lumpur foi uma longa jornada. Pegamos a balsa de Koh Phangan as 7 da manhã e levou 2h30 para chegar em Surat Thani e mais 2 horas até o aeroporto da cidade. O vôo em si foi apenas 1h40 de Surat Thani até Kuala Lumpur e chegamos antes das 2 da tarde.

O aeroporto de Kuala Lumpur é muito legal, ele fica dentro de um shopping. Logo de cara, quando fomos sacar dinheiro, achei um Boost (uma empresa australiana de sucos que eu amo) e outra empresa de Pretzels, foi ali meu almoço. Do aeroporto a melhor opção é pegar um shuttle bus (11 MYR) até a KL Sentral e leva 1 hora. Uma outra opção, 3 vezes mais cara, é ir de trem por 35 MYR.

Nós ficamos no Tune Hotel, ele é quase um Ibis budget e fica pertinho da estação de Monorail Medan Tuanku. Depois do check in e da longa viagem, fomos até um shopping ali perto, o Quill e jantamos por lá em um restaurante qualquer (super ruim por sinal).

No dia seguinte de manhã pegamos um trem até Batu Caves, foi tranquilo. Não tem custo nenhum para entrar lá, somente na Dark Cave – famosa por ter diversos morcegos, mas nem fizemos questão de ir. Na saída da estação e antes de chegar na Batu Caves tem um templo que acabamos entrando (5MYR) mas não valeu a pena, super simples. Para ser sincera, se tiver pouco tempo na cidade vá conhecer o centro e esqueça essa parte pois fica mais longe da cidade e não achei nada de especial.

IMG_4652.JPG
Uma caverna que abriga uma exposição em Batu Caves

A Lord Murugan Statue é bem bonita com seus mais de 42 metros de altura (maior que o Cristo Redentor) mas é isso. Em volta ficam diversos macacos também, cuidado com as coisas para eles não pegarem, principalmente se você estiver com comida na mão ou mochila.

IMG_4689
Vista do topo da escadaria
IMG_4701
Batu Caves
IMG_4710
Mamãe macaca
IMG_4714
Lord Murugan Statue

De lá fomos até a estação de Kuala Lumpur para explorar a cidade. Passamos pelo Sri Mahamariamman Hindu Temple que fica na Chinatown. Por lá também tem uma rua para comprar lembrancinhas chamada Petaling Street.

PC120274.JPG
Chinatown
PC120268.JPG
Sri Mahamariamman Hindu Temple
IMG_4718.JPG
Petaling Street

Aproveitamos para conhecer o Central Market e passamos em frente ao Masjid Jamek, uma mesquita cheia de detalhes, achei bem bonita.

PC130289.JPG
Masjid Jamek

Gostei mesmo quando chegamos na Merdeka Square, principal praça da cidade. Ela é conhecida como praça da independência e a seu redor ficam diversas construções interessantes além de uma enorme (enorme mesmo) bandeira da Malásia.

20151212_141943.jpg
Merdeka Square a direita

Ao redor da praça e em frente a galeria de arte fica uma escultura famosa (foto abaixo). Entramos para conhecer a galeria (free) e achei super interessante. Uma das partes tem uma planta da cidade junto com um projetor que mostra dados gerais e projetos futuros para Kuala Lumpur, bem interessante.

IMG_4730
I ❤ KL
IMG_4741
Planta da cidade

Quando saímos da galeria acabou a bateria das câmeras e celulares, me senti pelada haha. Comemos qualquer num shopping a caminho do hotel e ficamos um pouco lá para carregar as baterias. Como tem shopping nessa cidade!

Já no fim de tarde fomos andando até a KL Tower mas acabamos não indo ao topo pois tinha começado a chover e já tinha dito para mim mesma que o único prédio que subiria nessa viagem seria o Burj Khalifa em Dubai já que ele é o mais alto do mundo.

IMG_4754.JPG
KL Tower

Mesmo com chuva queria muito ver as Petronas Twin Towers a noite e foi demais. Elas são espetaculares. Raramente me impressiono com construções modernas mas essa foi de tirar o fôlego e cá entre nós, achei ela muito mais bonita e estilosa que o Burj Khalifa. As Petronas são as torres gêmeas mais altas do mundo.

20151212_192857.jpg
Chove chuva nas Petronas Twin Towers

No dia seguinte de manhã, fomos ver uma outra parte da cidade. Começamos pelo National Monument, criado para homenagear os mortos da guerra, super bonito. De lá fomos até uma mesquita super diferente e moderna: National Mosque. Estava fechada para visitação, só podia entrar quem fosse muçulmano. Para quem não sabe, a religião predominante na Malásia é o Islamismo por isso é super recomendado ir com roupas longas, nada justas e sem decotes ou cortes que marcam o corpo para evitar (muitos) olhares.

IMG_4781
National Monument
IMG_4788
National Mosque

Sem querer fomos parar no prédio da KTM que é uma empresa de trens de lá e bem na frente tinha uma compania que vende passagens para Cingapura, saindo da Kuala Lumpur Station. Tinha tentado achar online aonde comprar mas as informações estavam meio confusas. Decidimos passar uma noite lá e voltar já que seriam 5 horas de viagem e o nosso vôo para as Filipinas sairia de Kuala Lumpur (menos da metade do preço do que saindo de Cingapura). A empresa chama NICE e pagamos 110 MYR ida e volta (recomendo pela qualidade do ônibus mas não pela qualidade – ou pela falta – do atendimento, explico na próxima postagem).

Fomos até a Chinatown comprar lembrancinhas e vimos um lugar legal para comer chamado Arch Café porém por ser tarde eles não tinham quase mais nada e desistimos. Andamos até a Old Square Market, estava lotada de homens, não sei bem porque, e do nada um monge veio nos pedir dinheiro bem quando tirávamos uma foto.

De lá voltamos a Merdeka Square para tirar umas fotos e aproveitamos para conhecer o Music Museum (free). Não tem nada muito interessante lá caso você não seja músico ou historiador.

Como comentei, ao redor da praça tem várias construções bonitas e interessantes como o(meu favorito ali), Old Sessions e Magistratos Court Building além da galeria de arte e museu da música.

1111.jpg
Sultan Abdul Samad Building

Andamos até a Bukit Bintang para comer e foi a melhor escolha! Essa região (principalmente na rua Jalan Alor) é cheia de restaurantes com um preço bom. Comemos Satay (tipo um frango no espetinho) e Mamak Mee (tipo um yakisoba) no Sai Woo Restoran. Compramos um sorvete na conveniência e fomos de novo até as Petronas para tirar foto sem chuva.

20151213_1747041.jpg
Bukit Bintang
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Satay
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Sorvetinho

Chegando lá tiramos duas fotos e começou a chover forte. Nosso hotel ficava uns 15 -20 minutos caminhando de lá então chegamos ensopados no hotel. Banho e cama pois no dia seguinte iríamos pegar nosso ônibus cedinho para Cingapura.

IMG_4805
Fim de tarde – sem nenhum filtro
IMG_4810
Petronas Twin Towers – Espetacular

Ficamos dois dias e uma noite em Cingapura e na volta como chegamos de madrugada ficamos num hostel chamado Central Lodge – 5 minutos da KL Sentral. O hostel é bem OK se você quiser economizar e ele é super bem localizado. Uma boa pedida mas não por mais de uma, duas noites. Tomamos um banho, dormimos 3 horinhas e já voltamos para a estação. Pegamos o shuttle até o aeroporto e de lá nosso vôo para Kalibo – Filipinas.

Eu gostei de Kuala Lumpur mas 3 dias lá é muita coisa. Ouvi super bem de Penang, uma cidade ao norte da Malásia que é bem mais cultural, já coloquei na minha lista para visitar na próxima vez. Quem for fazer conexão no aeroporto, visite o centro como mencionei que já está ótimo e quem tiver mais tempo vá para cidades menores também para ter mais contato com a real cultura do país. Um dia eu volto…

 

 

Um comentário sobre “Kuala Lumpur – Malásia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s