Melbourne – VIC – Austrália

Chegamos em Melbourne já no fim do dia super cansados depois de ter feito a Great Ocean Road e fomos direto para o Exford Hotel. Deixamos o carro no estacionamento pois não tinha vaga na rua, o hostel é super central (fica na Chinatown) e era sábado a noite, tudo lotado. O único problema é que teríamos que tirar o carro antes das 6 da manhã e entregar só as 8 do dia seguinte, viajar no budget é assim.

Os meninos foram comer algo e eu aproveitei para tomar meu banho e dormir. O hostel tem uma balada embaixo e por ser sábado, a música ficou alta até umas 2 da manhã. A minha sorte é que estava tão cansada quando cheguei que capotei mas acabei acordando de madrugada com o barulho. Enfim.

No dia seguinte cedinho meu amigo foi lá tirar o carro e as 8 levantamos para levar o carro de volta para a Budget. Meu primo e o Jânio continuaram dormindo e combinamos de tomar café da manhã juntos as 9. Como ainda tínhamos que abastecer o carro para devolver acabamos nos atrasando e para nossa sorte o Queen Victoria Market estava aberto então tomamos nosso café da manhã lá. Tinha tanta coisa gostosa – e caseira – que foi difícil escolher! E bem na entrada do market tem uma placa escrita Melbourne feita com chaveiros coloridos, super legal.

Queen Victoria Market

De lá fomos até o hostel encontrar os meninos e começar nossa caminhada. Fomos andando pela Chinatown até o Parliament of Victoria e no caminho tinham umas vielas cheias de street art que eu amo, super bacana. Esse é o legal de fazer as coisas a pé, os achados do caminho.

Chinatown
Pelas vielas

Achei o Parliament bem bonito e imponente! Outra coisa que me apaixonei em Melbourne foram os trams por toda a cidade, super práticos e se for dentro da city você não precisa pagar. Isso mesmo, os trams te levam para todos os lados de graça. Tem um bem antigo – número 35 – que anda ao redor da cidade, perfeito. Acabamos não pegando ele pois preferimos caminhar (pelo menos no primeiro dia).

Parliament of Victoria
Trams por todos os lados

Seguimos até a St Patrick´s Cathedral que fica em frente a German Lutheran Trinity Church. Os prédios ao redor são super modernos e estilosos. Eu geralmente não gosto de prédios altos mas em Melbourne eles tem um charme, um estilo, são diferentes e combinam com a cidade.

German Lutheran Trinity Church
St Patrick´s Cathedral

Continuamos caminhando em direção ao Yarra River até chegar no Atrium que fica na Federation Square. No caminho fomos surpreendidos por lindos Lorikeets em pleno centro da cidade. Dentro do Atrium estava tendo uma feirinha de artesanato bem legal e elaborada. Demos uma olhada e seguimos em frente.

Lorikeets perto da Federation Square
Detalhes dentro do Atrium

Do outro lado fica a famosa Hosier Lane, conhecida por seus graffitis. Confesso que não achei nada de mais, visto que passamos por outras vielas no caminho tão interessantes – se não mais – quanto. Acredito que por ela ser bem no centro ficou mais conhecida. Tiramos umas fotos bem legais.

Hosier Lane
Monsters S.A.

Passamos na Collins Street e aproveitei para experimentar um doce – tipo um sonho com Nutella, no Brunetti Cafe – recomendado pelo meu amigo Eric que morou em Melbourne por um tempo. Gostoso assim como tudo que vem com Nutella nesse mundo. O café fica em frente a St Paul´s Cathedral, muito bonita.

Brunetti
St Paul´s Cathedral

No caminho para a Flinders Street Station passamos em frente a uma famosa rede de fast food. Eu já sabia que os australianos apelidaram o Mc Donald´s de Macca´s mas o que eu não sabia era que aqui em Melbourne era um nome oficial – e até registrado marca em cartório. Austrália sempre me surpreendendo.

Macca´s

Vai e volta. volta e vai, decidimos ir até Brighton Beach e St Kilda. Para isso foi preciso comprar o Myki Card por $6 (tipo o Opal de Sydney, Bilhete Único de SP, Oyster de Londres) e pagar um day pass do transporte.

Myki Card

Pegamos o trem e levou cerca de meia hora para chegarmos. Saindo da estação já tem uma placa com a direção, super fácil. Caminhamos mais um pouquinho pela praia com uma vista linda do skyline de Melbourne e lá estávamos nós nas famosas casinhas de madeira coloridas.

Flinders Street Station
Skyline de Melbourne

Tiramos umas fotos e seguimos para St Kilda. Não tinha perguntado na estação como ia de uma praia para a outra, vi que era 1h30 de caminhada e decidimos seguir em frente. Depois de uns 40 minutos e o dia inteiro caminhando pensamos melhor e fomos tentar achar um transporte. Para a nossa sorte, bem na rua que estávamos passava um ônibus a cada 1h30 e por mais sorte ainda ele passaria em 5 minutos. Ufa!

Casinhas em Brighton Beach

Chegamos em St Kilda já no fim do dia e morrendo de fome. Andamos a Acland Street toda e acabamos comendo no Pink Flake – um daqueles restaurantes baratinhos que vendem Fish and Chips – mas não recomendo não, gaste mais uns $10 por pessoa e experimente um dos diversos que tem ali. Depois do “almoço” era hora da sobremesa, certo? Esse mesma rua tem diversos cafés que vendem doces de comer com os olhos. Escolhi tipo um waffle passado no chocolate em forma de canudo, gostoso mas nada de especial, na Le Bon Cake Shop.

Le Bon Cakes

Eu já tinha lido que tinham pinguins na praia de St Kilda e fomos até o pier conferir. Ficamos esperando o sôl se por para que eles possam voltar para os seus ninhos. A vista lá do píer é de tirar o fôlego, não conseguia parar de fotografar.

St Kilda Pier
Melbourne

Quando já estava quase escuro vi o primeiro chegando do mar para as pedras, eles são azuis, achei muito bonitinhos. De um outro lado das pedras tinha um casal que já tinha voltado e deu para ver bem de pertinho. Achei surreal ver assim na natureza, na Austrália, pinguim! Me incomodou um pouco as pessoas sem noção tirando fotos com flash mesmo tendo diversas placas dizendo que isso faz mal para os bichinhos. Eu fiz minha parte e avisei todos que vi fazendo isso e tirei foto sem flash, por isso nem está tão boa mas em momentos como esse prefiro guardar só na minha memória do que estressar os pinguins no seu habitat por uma boa foto.

Pinguim

A noite esfriou bastante e sorte que tinha levado luva e tudo mais. Pegamos um tram de volta para a cidade e voltamos para o hostel. Já em Chinatown tinham uns caras vestidos de Transformers muito bom, geralmente não tiro foto e não acho graça mas eles estão bem iguais. Chegamos no hostel, peguei o tripé e fomos até as Docklands fotografar.

Frio
Transformers – Optimus Prime e Bumblebee

Adorei as Docklands, tem várias esculturas e vários lugares bonitos em volta também. A Bolte Bridge  toda azul refletindo na água ficou ainda mais linda. Nessa região fica também o Etihad Stadium. Caminhamos mais um pouco até a Melbourne Star Observation Wheel – algo como a London Eye de Melbourne. Até pensamos em dar uma volta mas é meio carinho.

Screen Shot 2019-06-18 at 2.39.33 pm
Bolte Bridge
Screen Shot 2019-06-18 at 2.40.40 pm
Etihad Stadium
Esculturas nas Docklands

Voltamos até as Docklands e seguimos em direção a Webb Bridge, uma ponte toda diferente e estilosa – ainda mais bonita a noite. Já super cansados de caminhar o dia todo, voltamos para Chinatown e comemos uma pizza na Tono Pizzeria bem gostosa e baratinha. Cansados e satisfeitos fomos dormir.

Webb Bridge

No dia seguinte acordamos cedo e fomos no Melbourne Central, o shopping da cidade, reencontrar uma amiga que trabalhava na Oakley – a Zeke. Ficamos lá batendo um papo com ela e ouvindo as recomendações dela de alguns lugares para ver e comer. Eu e o Alex comemos na famosa padaria alemã Lüneburger e compramos umas coisas no supermercado.

Detalhes do Melbourne Central

Fomos andando até o Shrine of Remembrance que fica no Botanic Gardens do outro lado do rio. Ele é um memorial para os australianos que perderam suas vidas na Primeira Guerra Mundial e para as esposas, filhas e familiares que sofreram em casa enquanto tudo acontecia. Achei muito lindo e principalmente a vista lá de cima.

Vista do alto do memorial
Shrine of Remembrance

O skyline de Melbourne é simplesmente espetacular. Um dos prédios que se destaca é o Eureka Tower pois as pessoas podem subir no topo dele e entrar num cubo todo de vidro – incluindo o chão – e de lá ver toda cidade de cima.

Eureka Tower

Do memorial subimos novamente até a city e pegamos um tram até a Brunswick Street. Na minha opinião os graffitis que tem nessa rua são bem mais bonitos, grandes e interessantes do que os de Hosier Lane. Essa área já é bem mais para locais e quase não se via turistas por lá – o que eu acho sempre ótimo.

Brunswick Street
Muito estilo

Nossa amiga Zeke recomendou um restaurante vegetariano chamado Vegie Bar. Amei a comida, simplesmente deliciosa e o restaurante todo estiloso, assim como todos os dessa rua. A região em si é bem descolada e diferente, vale a visita!

Vegie Bar

Nosso vôo saia as 7 da noite então como já era de tarde, pegamos o tram de volta para o hostel para pegar as malas. Chegando na cidade ainda deu tempo de tomar um sorvete super diferente feito na hora com nitrogênio. Escolhi o de Tim Tam com Milo e Nutella no topo. Tim Tam é uma bolacha típica australiano e o Milo é o Nescau deles, Nutella dispensa apresentações né?! O lugar chama Nitro Lab e vale super a pena – de verdade até porque eu só gosto de sorvete caseiro.

Tim Tam, Milo e Nutella

No caminho vi um tram que dizia aeroporto e no mapa dava para ver que era no oeste de Melbourne – muito cuidado pois esse aeroporto que o tram chega não é o Tullamarine!!! A forma mais barata ($3.76) de ir para o aeroporto é pegando um trem na Flinders Station até a estação de Broadmeadows (cerca de 40 minutos) e de lá o ônibus 901 por mais uns 20 minutos.

Como chegamos cedo em Broadmeadows aproveitamos para dar uma volta no shopping, comprar umas coisas para comer ali antes de seguir para o aeroporto. Mais uma vez me surpreendi pelo fato de não precisar apresentar nenhum documento para embarcar. Enfim. Amei Melbourne de paixão, linda arquitetura, pessoas simpáticas, tudo mais tranquilo, transporte fácil, natureza… Quem sabe não vira minha casa ano que vem?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s