De Sydney a Coffs Harbour – NSW – Austrália

Um amigo veio do Japão – o Hiroshi – para ficar conosco duas semanas e como era páscoa (feriado prolongado) alugamos um carro para fazer uma parte da costa leste australiana. Chamamos também um amigo que mora aqui – o Jânio – e lá fomos nós 4.

Luiz, Hiroshi, Jânio e eu

Alugar carro aqui é sempre uma boa pedida, por ser feriado estava um pouco mais caro do que o normal, mas mesmo assim vale super a pena.Como sempre, aluguei pela A2B Car Rental. Outra coisa que acho super importante é contratar o seguro adicional pois se algo acontece ao invés de você pagar $2000 paga apenas $300, recomendo!

Saímos na sexta bem cedinho e a primeira parada foi Morisset Park – o famoso parque dos cangurus – que fica na cidade de Morisset. Eu já fui algumas vezes e adoro, acho demais poder alimentá-los ali no habitat natural deles e não pagar nada pois o parque é aberto. Levem banana que eles adoram e por favor, de forma alguma dê pães ou alimentos industrializados pois pode matá-los – inclusive o parque ficou fechado um bom tempo ano passado porque muitos morreram.

Morisset Park

Mesmo já tendo ido algumas vezes, essa foi a vez que tinha a maior concentração de canguru por metro quadrado, juro, devia ter mais de 100.  Estava chovendo um pouco, eles estavam bem famintos e por sermos praticamente os únicos lá eles vieram em massa comer, experiência muito boa. Quem quiser, dá para ir de trem também. Só descer na estação de Morisset e caminhar uns 40 minutos ou pegar um táxi que não sai mais de $15.

Cangurus e mais cangurus

A estrada é bem sinalizada e sempre tem duas opções: a via expressa ou a rota turística. Fomos fazendo um pouco de cada já que a turística leva bem mais tempo. A próxima parada foi exatamente na parte que saímos da expressa e passamos pelo Myall Lake até chegar em Seal Rocks. Em volta do lago tem diversos lugares para acampar, achei super interessante. 

Myall Lake

A praia em Seal Rocks é muito linda, super extensa e o mar tem tons de vermelho por causa das folhas. Subimos as pedras e descobrimos um ponto secreto de surf, muito irado!

Secret point
Mar vermelho?!

Continuamos na rota turística até Boomerang Beach, outra praia super linda no caminho. O legal da estrada também é que tem diversos lugares para parar, tomar um café – alguns de graça – descansar e esticar as pernas antes de voltar a dirigir. Eles fazem isso para evitar acidentes.

Boomerang Beach

Chegamos em Port Macquarie já no fim do dia e mortos de fome. Fizemos check-in no Port Macquarie Backpackers e fomos até o centrinho dar uma volta. Achamos um lugar chamado Off the Hook que é bem típico por aqui. São peixarias que te dão a opção de levar o peixe – e frutos do mar – frescos pra casa ou eles fritam ali para você e embrulham em um papel – antigamente era no jornal mesmo. Escolhemos a segunda opção. A fome era gigante e pedimos muita comida, foi até difícil terminar, mas estava uma delícia e o preço é super em conta.

Fish and Chips

Enquanto esperávamos o nosso Fish and Chips ficar pronto fomos ver o que tinha na cidade. Logo de cara vi várias estátuas de coalas com diversas pinturas e fiquei sabendo que era uma exposição temporária chamada Hello Koalas, adorei e queria tirar foto com todos. London feelings.

Hello Koalas

Outro lugar que me chamou a atenção foi a ruazinha que beira o Hastings River. Por todo o caminho tem diversas pedras pintadas a mão com frases bonitas, desenhos e muitas cores em forma de homenagem a pessoas que perderam familiares e amigos. Achei bem bonito ver o trabalho que cada pessoa teve, o capricho e a criatividade para retratar em um pequeno espaço um grande sentimento.

Hasting River Memorial

Depois do jantar, fomos caminhar mais um pouco para fazer a digestão e passamos em frente ao cinema e estava passando Velozes e Furiosos – tinha estreado um dia antes e estávamos todos loucos para assistir. Não pensamos duas vezes e compramos o ingresso. Filme emocionante, chorei!

Tickets na mão
Furious 7

De lá seguimos para o hostel, banho e cama! Acordamos cedo para aproveitar o dia e a primeira parada foi o Koala Hospital em Port Macquarie mesmo. Um local aonde os coalas que são achados machucados na natureza são trazidos para serem tratados e então soltos. Foi muito legal ver esses bichinhos fofos nas árvores e curioso ver como dormem e não caem lá de cima.

Olha bem que você acha o coala
Coala menina em tratamento

Outro lugar que tinha visto para conhecer era o Lighthouse Beach, realmente muito bonito. Enquanto admirávamos tudo eis que passam diversos golfinhos no mar, emocionante, fiquei toda besta, ainda mais por não estar esperando. Lindo lindo!

Golfinhos 
Lighthouse Beach

Ficamos um pouco ali e seguimos nossa viagem até Coffs Harbour. A próxima parada foi na cidade de Nambucca Heads, mais especificamente no V Wall, um lugar com pedras pintadas também mas por diversos motivos, não só por falecimento como no outro que fomos. O lugar é bonito e estava cheio daqueles passarinhos coloridos, os Lorikeets.

Lorikeets
V-Wall

No caminho aproveitamos para ir no Captain Cook Lookout. Se tem uma coisa que eu amo são os mirantes, ver tudo de cima me encanta e lá não foi diferente. Mesmo com chuva deu para ver a beleza do lugar, inacreditável. 

Captain Cook Lookout
Nambucca Heads

Mais uma hora e estávamos no nosso destino final: Coffs Harbour. Achei que por ter subido mais ao norte teríamos um tempo melhor porém estava chovendo pra caramba mas não deixamos a chuva abalar nosso rolê! Já tinha ouvido falar de um lugar chamado The Big Banana, um parque de diversões local. Fomos até lá só para conhecer mesmo. Incrível a quantidade de bananas na região, muitas mesmo.

Bananas, bananas e mais bananas 
The Big Banana

Mesmo com a chuva fomos até o Sealy Lookout que fica bem próximo dali na espera de ver algo. Infelizmente não deu para ver muita coisa, mas recomendo ir se o tempo estiver aberto.

Nossa “incrível” vista rs

Seguimos até a marina de Coffs Harbour em busca de comida e adivinhem qual foi o cardápio?! Burger! Attitude Burger! Um lugar todo estiloso, com um burger enorme e uma batata frita maior ainda, valeu super a pena. 

Attitude Burger

Como o tempo tava feio e não iríamos conseguir ir em nenhuma praia, voltamos para Port Macquarie afinal era lá que iríamos dormir. Até tentei achar acomodação por aqui mas não tinha, talvez por causa do feriado. No caminho de volta, vi no Instagram que estava rolando o encontro anual de kombis e parecia interessante porém eles estariam em Bellingen – uma cidade bem pequena meio que no nosso caminho. Chegamos lá e eles já tinham partido, uma pena.

Chegando em Port Macquarie tomamos um banho, compramos uma massa para fazer no hostel e umas cervejas. O hostel tinha Monopoly – como nosso Banco Imobiliário – e resolvemos voltar a infância, foi super divertido, ficamos jogando até altas e o Hiroshi ganhou.

Monopoly

No domingo de páscoa o dia amanheceu mais aberto para nossa alegria. Decidimos que as partes que fizemos pela expressa faríamos agora pela rota turística para assim conhecer o máximo possível. Lake Cathie Lookout foi nossa primeira parada do dia. É incrível a diferença que dá na cor do mar quando está sol. Austrália tem o mar mais azul que vi na vida.

Lake Cathie Lookout

Seguimos um caminho super diferente bem no meio do mato e paramos em um lugar na região de Mungo Brush aonde a estrada acabava no mapa. Chegando lá no Boolambayte Lake vimos uma pequena balsa que cruzava o rio e podíamos seguir caminho, super diferente. 

Dentro da balsa

A penúltima – e a mais longa – parada do dia foi em Dark Point Sand Dune em Hawks Nest bem pertinho de Port Stephens. Quando chegamos lá o dia estava super ensolarado e rendeu ótimas fotos e risadas. Se a viagem toda tivesse sido ensolarada acho que não chegaríamos nem na metade do caminho pois tem muitas praias bonitas no percurso.

Haha
Dark Point Sand Dunes

De lá ainda seriam mais 2h30 até Sydney então paramos para comer em Newcastle. Domingo de páscoa, fim de tarde só nos restou ir na Pizza Hut mesmo. De barriga forrada seguimos para casa mas não sem antes para em uma praia chamada Caves Beach. Essa praia fica do lado oposto de Morisset por isso não conseguimos passar na vinda. A praia é bem bonita também e pegamos um fim de tarde maravilhoso.

Caves Beach

Foram cerca de 1300km rodados em 3 dias e realmente posso dizer que a costa australiana é muito bonita. A outra parte irei fazer em agosto, me aguardem 🙂

Um comentário em “De Sydney a Coffs Harbour – NSW – Austrália

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s