Copenhagen – Dinamarca

No sábado dia 21 fomos conhecer dois países escandinavos: Dinamarca e Suécia. Pegamos o vôo cedinho e chegamos lá por volta de 10.30 da manhã. Chegando em Copenhagen compramos o bilhete lá no aeroporto mesmo e tínhamos que pegar o trem para uma estação chamada Norreport. Olhei o painel, achamos a plataforma e fomos correndo pois o trem já estava partindo, mas não pegamos o trem errado? Já começou com aventura essa viagem hehe. Descemos uma estação antes e tivemos que trocar. Em Norreport pegamos um ônibus (com o ticket do metrô você pode pegar um ônibus também), tudo para descobrir que na verdade é a estação Central que fica 5 minutos caminhando do Copenhagen Downtown Hostel – faz parte! 

Vista do nosso quarto – Copenhagen Downtown Hostel

O hostel é bacana e ficamos num quarto só para nós três – a minha amiga Ana Carolina veio conosco. Deixamos as malas no quarto e saímos para conhecer a cidade. Logo de cara me apaixonei pelas diversas padarias espalhadas por Copenhagen, uns pães mais bonitos e gostosos que o outro, comemos diversos no caminho. Passamos pelo Rosenborg Castle, Botanical Garden até chegar no cartão postal da cidade – Nyahvn. Lá sentamos em um café de esquina chamado Baresso para tomar um chocolate quente pois tinha esfriado bastante no decorrer do dia. 

Nyahvn
Church of Our Saviour

Depois da pausa seguimos caminhando para Christiania, um bairro hippie da cidade que tem as suas próprias leis. É uma parte bem alternativa da cidade com galerias de arte, barraquinhas hippies com vendas de produtos feitos a mão, artesanato, comidinhas e etc, tudo bem único. Passamos pelo Green Light District – uma pequena rua aonde a maconha é legalizada, porém somente o consumo e não o tráfico. É proibido tirar fotos lá dentro, correr e diversas outras coisas para manter a paz local. 

 
Entrada de Christiania

Saímos de lá direto para o hostel pois a cidade é bem espalhada e caminhamos bastante. No dia seguinte era dia de atravessar a ponte e ir para Suécia – mas isso é assunto para um próximo post, vou continuar falando sobre o outro dia na Dinamarca.

Quando voltamos da Suécia, paramos para jantar no Hard Rock Café que fica praticamente em frente a estação Central. Tomei um Milkshake maravilhoso (e ganhei o copo) e dividimos entre nós um prato com diversas coisas.

Na segunda feira tomamos café da manhã no hostel – muito gostoso por sinal – e fomos ver uma outra parte da cidade que ainda não tinha dado tempo. Seguimos em direção ao Kastellet para vermos a famosa Little Mermaid. No caminho passamos pelo Christianborg Palace antiga moradia da família real – até pegar fogo e ter que ser reconstruído, Amalienborg Palace – atual residência real, Marble Church – maravilhosa cúpula com os 12 apóstolos até chegarmos no destino final: Kastellet. Muita coisa está em reforma nessa época do ano, se preparando para a chegada dos turistas em massa no verão. Não conseguimos ver nenhum museu por exemplo e em algumas fotos dá para ver os andaimes e etc, mas mesmo assim tudo é muito bonito. Esqueci de mencionar que quando passamos pelo atual palácio fui tirar foto com os guardinhas e bem na hora ia sair um carro de lá, eles fizeram um psiu (que fazem pra tudo) e bateram a arma no corpo – e eu do lado deles quase morri de susto hahaha, muito cômico. 

Old Stock Market
Nyahvn
Marble Church ao fundo
Guardinhas dinamarqueses
Cúpula com os 12 apóstolos

Andamos ao redor todo do Kastellet até acharmos a Little Mermaid. Uma estátua de bronze dada de presente a cidade por um morador que se apaixonou pela lenda da sereia que era apaixonada por um morador da cidade (não, não é a mesma pessoa pois a lenda é muito mais antiga que ele hehe). Tíramos fotos, descansamos e aproveitamos o dia lindo e o sol que estava antes de voltar para o centro para comprar nossas lembrancinhas.

Entrada do Kastellet
Dinamarca
Little Mermaid

Quando estávamos voltando passamos novamente pela Amalienborg Palace (era por volta de meio dia) e estava acontecendo a troca da guarda, foi muito legal. A praça em volta ao palácio é redonda e tem os guardinhas todos ao redor. Eles trocam um por um e depois entra a banda para acompanhá-los. Assistimos até o final e saímos caminhando atrás deles após a cerimônia. O que achei muito diferente foi que eles saem caminhando – os guardas e a banda – por toda a cidade. Seguimos eles por cerca de 10-15 minutos e eles ainda estavam indo para algum lugar que não sei qual mas estava sendo afastado do nosso hostel e já tinhamos que voltar. 

Troca da Guarda

No caminho de volta para o hostel passamos em frente a um lugar que vendia Cheesecakes – e já tinhamos passado em frente no primeiro dia que chegamos e estavávamos namorando um Oreo Cheesecake. Eu e a Ana não hesitamos para uma paradinha. Recomendo a todos, fica numa ruazinha bem no centro, mas não muito turística. O lugar chama Bertels Kager! 

Oreo Cheesecake – foto tirada da página oficial da Bertels Kager no facebook

Pegamos as mochilas e fomos para a estação Central pegar o trem para o aeroporto. No caminho compramos os souvenirs que queríamos. Ao contrário do que dizem, não achei a Dinamarca caríssima, talvez porque já fui para a Noruega – lá sim que é caro. Na Dinamarca o transporte, a comida, o hostel, tudo foi um preço bem razoável e gostei bastante de lá. O estilo de vida parece ser bem tranquilo mesmo sendo uma cidade grande, todo mundo anda de bicicleta o tempo todo, acredito ser um dos meios de transporte mais utilizado na cidade de Copenhagen pelo menos. 

30° país – Dinamarca: CHECK!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s