Bergen – Noruega

Oie 🙂

Esse fim de semana fomos conhecer a Noruega, mais especificamente a cidade de Bergen, ficamos 3 dias e foi bem gostoso.

Saímos do aeroporto de London Gatwick no sábado de manhã em direção a Bergen, vôo curto (1h30) e meio turbulento, parecia um liquidificador mas tranquilo porque adoro voar.

Chegando no aeroporto tomamos o ônibus para o centro da cidade, ele sai de 15 em 15 minutos, então foi rapidinho e chegar no centro demorou apenas meia hora. Do centro ainda tivemos que pegar um ônibus para o nosso hostel Hosteling International Montana (que por sinal super recomendo apesar de ficar um pouco longinho do centro).  

O tempo estava meio nublado mas o sol dava as caras também, então só deixamos as mochilas no hostel e voltamos para a cidade. O transporte público é meio caro, tal como Londres, mas não deixa a desejar. Os bilhetes saem mais baratos se comprados no supermercado ou lojinhas na cidade. 

Chegando no centro novamente fomos caminhar. A cidade é bem pequena e deu pra ver basicamente tudo no primeiro dia. Passeamos pela Bryggen que é o cartão postal de Bergen (antigas casas na beira do cais datadas do século 14 e hoje parte do Patrimônio Histórico da Unesco) e por todo o centro. 

Bryggen – Bergen (Noruega)

No fim do dia decidimos subir até o topo do Mount Floyen pois tinha lido que a vista é maravilhosa, e realmente é! Apanhamos um trenzinho que sobe em 7 minutos até o topo (tem a trilha também, mas o tempo não estava muito amigável). Chegando lá em cima começou a nevar um pouco, finalmente, pois em pleno inverno europeu não tinha visto nem sinal de neve por aqui 🙂

Trilhos do trenzinho
 
Vista panorâmica do Mount Floyen

Lá em cima tem uma lojinha de souvenir maravilhosa e por incrível que pareça não muito cara. Na minha opinião é a que tinha as coisinhas mais bonitinhas então vale a pena aproveitar a subida e já garantir a sua lembrancinha. Depois das comprinhas, demos uma volta e encontramos um Troll, famosa lenda que rola por aqui. 

 
Troll – Mount Floyen


Na descida passamos no Fish Market que tem por lá, tudo muito fresco, literalmente…! Você escolhe o peixe ali na hora no aquário e eles limpam e te entregam. Confesso que fiquei meio assustada, mas o sabor deve ser maravilhoso. De lá decidimos voltar pro hostel pois tinha começado a chover e já tinha anoitecido. 

Fish Market

 

No dia seguinte decidimos acordar um pouco mais tarde para descansar e quase perdemos a hora do café da manhã, por pouco! O hostel tinha uma variedade enorme de comidas tais como pasta de caviar (?!), algo como um vinagrete de peixe e o melhor do mundo: Flotemysost (um queijo escandinavo marrom caramelisado)!!! Amei esse queijo e tive que comprar no supermercado para trazer para Londres, quem for pra lá não deixe de comer, parece um doce de leite, bom demais! 

Flotemysost

 

Depois do café da manhã caiu uma chuva torrencial por horas e horas estragando o plano de subir o Mount Ulriken. O hostel fica bem ao pé do morro e para chegar ao topo seria uma trilha de 45min aproximadamente, mas essa vai ficar para a próxima. Pesquisamos museus e algo indoor para fazer, mas tudo com o preço bem salgado para nós mochileiros. Acabamos ficando no hostel até quase o fim do dia quando a chuva deu uma pequena diminuída e fomos pro centro. Chegando lá saímos sem rumo e fomos parar no aquário da cidade mas não entramos. No caminho descobrimos casinhas lindas de madeira, um charme de cidade, todas coloridas e arrumadinhas. Um povo simpático, saudável (todo mundo correndo o tempo todo) sorridente e com os olhos mais azuis que já vi.

Casinhas de madeira a caminho do aquário
Voltamos pro centro e paramos pra jantar em um restaurante noruguês chamado Bryggeloftet & Stuene Restaurant e experimentamos um prato local: Salmão Norueguês (com purê de batata e legumes). Não preciso nem dizer que estava divino! 
 
Salmão Norueguês – Bryggeloftet & Stuene Restaurant 

Depois do jantar paramos para tirar uma foto da cidade a noite, linda e encantadora. Jogamos truco e Uno e fomos dormir. Queríamos muito ter visto os famoso Fjordes mas por ser inverno tem pouquíssimos tours e ficaria apertado, fica pra próxima!

Bryggen e o cais a noite

No dia seguinte de manhã, acordamos cedo e o tempo estava como no primeiro dia, sol e nuvens então nos arriscamos um pouco a subir o Mount Ulriken. Subimos um pouco e deu pra ver a cidade toda lá embaixo e as águas que escorrem pela montanha congeladas. 

Subindo o Mount Ulriken
Tudo congelado

Já estava quase na hora de partir, então pegamos a mochila no hostel e pegamos um tram do centro direto para a região de Fantoft aonde tem uma igreja Viking muito diferente. Ela fica no meio de uma floresta e foi reconstruída em 1992 depois de ter pego fogo, vale super a pena dar uma esticada até lá. 

Fantoft Stave Church

De lá seguimos para o aeroporto e voltamos para Londres! Gostei muito da Noruega, do ambiente e da cidade de Bergen. Mesmo sendo inverno não estava tão frio (por volta de 6°C). Só para terem uma base, a moeda de lá é Norwegian Krones e £1 = 10 NOK porém é tudo bem caro lá. Se programem bastante para irem entre os meses de Maio a Setembro pois tem diversos passeios para os Fjordes (que devem ser maravilhosos) e também mais atividades na cidade. 

 
Bandeira da Noruega

Noruega: CHECK!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s